Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha.

E-commerce lança campanha exclusiva com curadoria da apresentadora e chef de cozinha para fazer bem ao corpo e à alma.

Pela primeira vez, Bela Gil dividiu os itens essenciais de sua cozinha em campanha com o Westwing. Quem entrar no site entre os dias 17 e 27/09, terá acesso a essa curadoria especial, e também poderá comprar o seu novo livro, “Simplesmente Bela: Receitas e dicas para seu corpo e sua casa”.
 
A troca entre o Westwing e a chef aconteceu de forma natural, e o ponto de partida foi a trajetória brilhante de Bela como ativista do meio ambiente e grande porta-voz por uma alimentação mais saudável, duas das coisas mais importantes nesse ano caótico que estamos tendo, a final, mais do que nunca precisamos cuidar da cabeça, do corpo e do planeta. A proposta era apresentar uma seleção de produtos que podem auxiliar na rotina, assim como proporcionar ideias mais sustentáveis para todos os lares. Da mesma forma que um conjunto de facas é fundamental na cozinha, a campanha também apresenta uma seleção de composteiras e outros itens que somam aos elementos mais conhecidos e tradicionais e conhecidos e enriquecem o cotidiano, claro que pensando em sustentabilidade.
 
As pessoas tem a impressão de que manter uma composteira é complicado, mas Bela quer desmistificar essa ideia: É um dos meus itens favoritos. É muito importante entender o fechamento do ciclo dos alimentos. Em vez de jogar fora o lixo orgânico, coloque na composteira, aquilo vai virar adubo para o alimento crescer. Tem minhoca, mas não chega a ser um pet que você precisa cuidar, ela é fácil, prática, ecológica e sustentável”.
 
Uma alimentação mais saudável e natural está a um passo de você, basta você querer e ter força de vontade. Bela, fez questão de nos avisar que esse é um caminho sem volta: “Quando você começa neste universo, não tem saída, percebe que é muito melhor”. O lema que a chef de cozinha na vida, “desembale menos e descasque mais”, encantou 1,5M de seguidores no Instagram, sem contar os fiéis telespectadores dos seus programas e os leitores de seus livros.
 
Para quem deseja dar o primeiro passo a um futuro mais orgânico, a dica é ir com calma: “Não vislumbre uma alimentação 100% natural em uma semana, se você tem uma alimentação junkie (cheia de fast food e elementos industrializados). Comece aos poucos: experimente ficar um mês sem refrigerante, troque o açúcar refinado e por aí vai”. As substituições são possíveis, e a quarentena mostrou que as pessoas estão dispostas a dedicar mais tempo ao cuidado, seja com o corpo ou com a casa.
Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha.
Imagem cortesia do Westwing
Imagem cortesia do Westwing
Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha.
Imagem cortesia do Westwing
O Westwing nos passou a entrevista interessantíssima com a Bela, que nos ajuda a entender a como começar a transformar a alimentação e a vida. Segue abaixo a entrevista na íntegra:
 
Como nasceu o seu interesse em comida?
BG: Bom, foi ainda na adolescência, quando comecei a praticar yoga com 14 anos. Nesse momento, passei a ter mais consciência do que eu colocava para dentro e como essas decisões tinham impacto na minha saúde física e mental. Meu corpo foi naturalmente rejeitando alimentos, deixei de consumir açúcar e carne, e isso trouxe uma diferença no meu humor, bem estar e na própria prática. Decidi estudar nutrição e culinária para entender como essa mágica funciona dentro da gente.  Como vivi uma experiência transformadora, quis compartilhar isso e mostrar a potência do alimento como uma ferramenta de transformação. 
 
A alimentação é capaz de mudar o mundo? 
BG: Acredito, com certeza. Existem muitas ferramentas para transformar o mundo, toda ação humana tem impacto. Pelo menos, a gente come três vezes por dia, todo mundo precisa, isso é algo central. Então o impacto da alimentação individual faz diferença. Isso vai mudar se cada pessoa pensar: “ok, vou ficar um dia sem comer carne”, ou “consigo ficar um dia sem comer processado”. Estamos vendo a mudança no mercado, onde grandes empresas estão mudando suas formulações e surfando na onda da sustentabilidade e do orgânico. De forma mais objetiva: acredito que dá pra mudar o mundo pelo impacto que a agricultura e a pecuária tem no planeta, dois grandes emissores dos gases de efeito estufa. Reduzir o consumo de carne já é um mega ganho para a sociedade e para o meio ambiente. A alimentação é central na nossa sociedade, então também é central na mudança. 
 
O que falta para as pessoas mudarem de lifestyle? 
BG: Precisa de informação e conhecimento, então esse é o primeiro passo para entender como o alimento impacta a nossa vida, o meio ambiente e a sociedade. Se for resumir, a informação e o conhecimento são fundamentais para que as pessoas se transformem, mas não é o suficiente, a gente precisa fazer com que isso se torne acessível e possível para todos. Alimentos ultra processados não são legais, mas e se eu não tiver escolha? Precisamos mudar a estrutura com políticas públicas e conhecimento. 
 
Qual é o melhor caminho para começar? 
BG: Muitas vezes, a gente coloca milhões de desculpas, vários empecilhos, mas quando a gente entende a importância e coloca isso como prioridade, a gente consegue mudar. Isso estou falando se você tiver oportunidade, porque é muito difícil falar no geral no Brasil, a gente tem muita disparidade. Não tem como falar para todos os brasileiros, mas falar com a pessoa que acha que pode estar postergando, se negando a ter uma boa alimentação quando ela pode, vale a pena começar. Coloca uma rúcula para ver, troque o arroz branco pelo integral, reduz a carne,não tem como praticar sem exercer.  
 
A quarentena mudou a rotina das pessoas, quem se estava acostumado a fazer refeições fora de casa precisou aprender a cozinhar. Você acredita que isso vai causar um impacto positivo no futuro? 
BG: O mundo tem essa esquisitice de mudar sobre grandes ameaças. Muita gente entendeu a importância da alimentação para o sistema imunológico. Muita gente que tem a oportunidade começou a se ligar e viu como isso é muito bom. Quando você começa neste universo, não tem saída, percebe que é muito melhor se alimentar desse jeito. A gente tem uma relação muito profunda com a natureza e a alimentação pode trazer isso para gente no dia a dia. Sempre falo isso, pessoas que moram na cidade, o jeito delas se conectarem com a terra é pela comida. Espero que as pessoas tenham se encantado e continuem. Acredito que vá continuar porque entenderam que é muito bom pra gente, pra saúde e para sociedade como um todo, então espero que não seja um modismo. 
 
Existe algum hábito, comportamento ou alimento que seja o grande – ou o maior – vilão?
BG: Quanto mais conhecimento, mais profunda é a reflexão. Anos atrás, poderia falar o açúcar, a pior droga do século XXI, mas não vou botar a culpa dele, quem faz o açúcar uma droga são as pessoas. Sempre cresci com essa frase: a diferença entre veneno e remédio é a dose. Na verdade, o vilão é a falta de oportunidade, ela é real no Brasil.   
Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha.
Imagem cortesia do Westwing
Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha.
Imagem cortesia do Westwing
Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha.
Imagem cortesia do Westwing
Claro que a gente também não ia deixar de selecionar nossos produtos preferidos não só de uma, mas das duas campanhas com curadoria da incrível Bela. 

achados OH

Westwing
R$50,00
R$44,90

Westwing
R$65,00
R$49,90

Westwing
R$680,00
R$477,90

Westwing
R$240,00
R$164,90

Westwing
R$40,00
R$32,90

Westwing
R$430,00
R$389,90

Westwing
R$370,00
R$299,90

Westwing
R$175,00
R$129,90

O post Westwing e Bela Gil apresentam mudanças que começam pela cozinha. apareceu primeiro em ORIGINAL HOME..

Carrinho

loader

Insira seu e-mail e
tenha acesso as promoções.

Inscrição feita com sucesso.

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

Decoração Simples will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.