Quando amplitude combina com privacidade

Dias antes de a pandemia chegar ao Brasil, ficava pronto o projeto de interiores desta residência em condomínio na cidade de São Leopoldo, Região Metropolitana de Porto Alegre. Os ambientes de convívio dispostos em 100 metros quadrados viraram o espaço de aconchego nos dias de quarentena e, neste projeto da designer de interiores Taís Alves, o living abraçou a família, composta por um casal jovem e seus dois filhos. 

Vista do living a partir da área de jantar (Foto: André Cavalheiro; divulgação)

Chama a atenção o diferencial da solução de interiores da casa de dois pavimentos – com projeto arquitetônico de Marcos Biazus para os 450 metros quadrados construídos – a proposta versátil de Taís para o fechamento dos recantos da área social. A designer projetou painéis corrediços executados por uma marcenaria que integram ou compartimentam os ambientes sociais. Quando fechados, formam uma grande parede que segmenta o layout. 

Observe que o setor do jantar está fechado pelas portas de correr que se integram visualmente ao painel da TV (Foto: André Cavalheiro; divulgação)
Do ângulo do jantar, a área do estar fechada pelos painéis corrediços (Foto: André Cavalheiro; divulgação)

“Criar um living para receber, com possibilidade de integração com a área da churrasqueira” foi o ponto de partida deste projeto de interiores que devia configurar ambientes para receber e interagir com a família. Com décor atemporal, tem base de tons sóbrios, linhas retas e bem marcadas. A design ressalta que “a ideia foi um conceito minimalista, a partir do pé-direito duplo da sala, onde se dá o destaque da marcenaria em lâmina natural”.

Área da churrasqueira integrada ao living, proposta fundamental neste projeto de interiores (Foto: André Cavalheiro; divulgação)
Assentos para um momento intermediário antes ou depois da refeição (Foto: André Cavalheiro; divulgação)

Todo o piso do pavimento térreo é de porcelanato Portobello, “acabamento que trouxe um toque aveludado para os ambientes, harmonizando com os tons propostos”. No lavabo, as paredes são revestidas com porcelanato liso e filetado na parede do espelho. Resultado: um projeto com tonalidades e materiais atemporais. Na base, paleta de cinzas em contraponto com os quentes painéis de madeira. A pedra da escada e da lareira em preto dão equilíbrio ao conjunto, conforme analisa a designer de interiores. Os estofados e o tapete não fogem aos neutros, contribuindo com pincelada de branco e mistura de linhas retas e curvas pontuais. 

Paleta de tons e textura de materiais atemporais entram em harmonia (Foto: André Cavalheiro; divulgação)
Na base da área de refeições, a praticidade do porcelanato sem tapete (Foto: André Cavalheiro; divulgação)

Valoriza o conjunto a iluminação em LED, com vários pontos em destaque. Até pela escala dos ambientes, a residência conta com automatização, o que dá a possibilidade de vários cenários de iluminação e a facilidade de fechamento e abertura de cortinas nos níveis desejados – mais um item de conforto e flexibilidade no projeto de interiores.

Lares únicos

Taís Alves tem larga experiência com interiores de residências em condomínios horizontais (seu trabalho chega a ser 90% desse tipo de projeto na cidade e no Litoral, mas tende a se alterar em breve, com a ampliação de sua carteira de novos clientes fora do Rio Grande do Sul). Isso, em vez de limitar a sua criatividade, ao contrário, se constitui em desafio e oportunidade, conforme conta:

A designer de interiores Taís Alves tem expertise em decoração de casas customizadas para cada sonho (Foto: Marcelo Donadussi; divulgação)

– Todo projeto sempre é desafiador para conseguirmos fazer a leitura da expectativa do cliente, estruturar o planejamento e transformar o sonho em realidade. Em geral, projetar casas de condomínios horizontais torna o trabalho sempre diferenciado, pois casas possibilitam a originalidade da criação, diferente de obras condomínios verticais onde temos sempre, ou quase sempre uma limitação de layout. As residências nos deixam mais livres para a criação e a imaginação fluir, sempre trabalhando dentro das necessidades do cliente.

Toque de branco suaviza a proposta (Foto: André Cavalheiro; divulgação)

A designer trabalha focada nos projetos de interiores de imóveis que acompanha desde o projeto arquitetônico, para adequação de pontos elétricos e hidráulicos, gesso, revestimentos, projeto luminotécnico, pintura, mobiliário sob medida e solto, acompanhando a execução dos serviços. Isso torna o projeto de interiores sustentável, sem o quebra-quebra que gera descarte de material, situação que frequentemente ocorre quando o profissional de interiores entra após a obra pronta e sem ter tido conexão prévia com o escritório de arquitetura. Taís sempre busca essa interação com o arquiteto. Acha conveniente lembrar o quanto as intervenções podem alterar a rotina da família quando são realizadas após a residência ser ocupada, o que requer cuidado com o bem-estar dos clientes. Trata-se de empatia, uma capacidade vital para o bom relacionamento e o sucesso de um projeto de interiores, a qual ganhou ainda mais importância após a quarentena e os aprendizados no aspecto humano com a pandemia.

O post Quando amplitude combina com privacidade apareceu primeiro em Archtrends Portobello Blog.

Carrinho

loader