“Entendemos a arquitetura enquanto cultura”: entrevista com Goma Oficina


“Geringonça”. André Bonari (Goma Oficina). Cortesia de Goma Oficina

“Geringonça”. André Bonari (Goma Oficina). Cortesia de Goma Oficina

Grupos e coletivos que trabalham nas bordas do campo disciplinar da arquitetura são, felizmente, cada vez mais comuns. No entanto, raros são aqueles que em tantas frentes distintas se esforçam por expandir os limites da profissão como a Goma Oficina, de São Paulo, composta atualmente por Ana David, André Stefanini, André Bonani, Christian Salmeron, João Wallig, Fernando Banzi, Guilherme Tanaka, Lauro Rocha, Maria Cau Levy, Paula Marujo, Victoria Braga e Vitor Pena.

Entendendo a arquitetura enquanto cultura em seu sentido mais amplo, Goma vem atuando desde 2010 em projetos que se localizam em um território pouco definido, marcado por transdisciplinaridades e sobreposições entre campos distintos. Sua produção mais recente envolve exposições, livros, pesquisas, debates, instalações e maquetes ligados às áreas de arquitetura, design gráfico, fotografia e arte.

Saiba mais »

Carrinho

loader