Dicas de Como Acertar no Projeto de Iluminação na Residência

Iluminar é um dos procedimentos primordiais na hora de fazer um projeto. E para deixar o seu imóvel do jeito que você deseja é essencial ter iluminação na residência.  

Ter uma casa iluminada traz conforto, economia e valorização para o seu imóvel. Mas você sabe qual o melhor tipo de lâmpada para colocar nos ambientes? 

Uma iluminação como essa deve ter uma eficiente performance energética. E isso só é possível ter com a utilização de lâmpadas LED que trazem diversas vantagens para você.  

Além disso, a temperatura de cor é outro fator muito importante. O ideal para lhe trazer um ambiente de tranquilidade é a lâmpada mais amarelada ou quente. A luz branca ou fria é indicada para leitura e ambientes de trabalho. 

Indicada para quartos, salas e outros lugares de descanso por ter uma luminosidade mais suave, a lâmpada com temperatura de cor que emite um tom amarelo-alaranjado é conhecida como quente. 

Estruturar a iluminação na residência é um dos procedimentos primordiais na hora de fazer um projeto

1. Estruturar a iluminação na residência é um dos procedimentos primordiais na hora de fazer um projeto. Fonte: Pixabay

Por que usar lâmpadas LED?

Cada vez mais presente nas casas brasileiras, a lâmpada LED pode chegar a 25.000 horas de vida útil, tem alta durabilidade, podendo chegar a mais de 17 anos de uso, se considerada uma utilização de 8 horas por dia. 

Além disso, ela oferece baixo custo de manutenção e é sustentável. As lâmpadas incandescentes e fluorescentes precisam de um descarte especial, uma vez que contam com metais pesados como chumbo e mercúrio. Já a LED não utiliza mercúrio ou qualquer outro elemento que cause malefícios ao meio ambiente. 

Iluminação na residência: Lâmpada LED é a garantia de economia de energia

2. Iluminação na residência: Lâmpada LED é a garantia de economia de energia. Fonte: Site Elgin

Modelos de lâmpadas LED para residência

No mercado você encontra lâmpadas LED com diferentes potências e temperaturas de cor. Possuem três formatos principais: bulbo, tubular e spot.  

Muito encontrado em áreas externas, como fachadas, jardins e piscinas, o spot é capaz de dar destaque a um item decorativo e criar diversas sensações no ambiente, isso por conta do seu facho de luz direcionado.  

Há também lâmpadas PAR que eram compostas por uma lente, um refletor e uma lâmpada halógena. Com o surgimento da tecnologia LED (Lighting Emitted Diodes), os refletores deixaram de fazer parte de sua estrutura.

Iluminação na residência: modelo de luminária pendente para iluminar sua casa

3. Iluminação na residência: modelo de luminária pendente para iluminar sua casa. Fonte: Site Elgin

Tendências de lâmpadas para decoração

Uma das principais tendências na decoração é a utilização das lâmpadas de filamento para dar um ar retrô aos projetos. Outrora, elas eram produzidas exclusivamente com filamentos de carbono, o que tornava o ambiente literalmente mais quente.  

Com o surgimento da tecnologia LED, foi possível criar uma opção durável e econômica, sem deixar de lado todo o requinte desse tipo de iluminação.

Cuidado com o excesso de lâmpadas?

Fique atento quanto à quantidade luz fornecida no local. O excesso de lâmpadas pode desvalorizar o ambiente e gerar um consumo energético que vai lhe trazer um gasto maior do que você imaginava. 

Espaço e disposição

Caso sua sala não lhe ofereça muito espaço, você deve investir em tons mais claros. Para realizar uma leitura utilize pontos de luz de destaque próximo ao seu sofá. Para ambientes maiores, o ideal é ter uma iluminação geral que seja eficiente para toda sala de estar.

Iluminação na residência: uma iluminação eficiente é tudo que você precisa ter

4. Iluminação na residência: uma iluminação eficiente é tudo que você precisa ter. Fonte: Pixabay

Conclusão: Dê um toque especial para sua residência

Sem dúvida, a iluminação possui um papel fundamental na decoração e no seu dia a dia. Traz conforto, principalmente em momentos que você precisa de descanso. Por isso é tão importante investir em iluminação. 

ideal é saber combinar as lâmpadas para que o ambiente seja decorativo e eficiente. Por se tratar de um ambiente de descanso, priorize uma luminosidade que possa lhe trazer uma maior comodidade. Mas saiba que cada tipo de lâmpada é indicado para cada ambiente. O posicionamento do feixe de luz faz toda a diferença na decoração. 

Outro ponto que você ter atenção é quanto a temperatura de cor: a lâmpada com temperatura de cor que fica visível na decoração de uma casa ao presenciarmos um tom branco-azulado é nomeada como fria. A temperatura de cor não possui nenhuma influência no consumo da lâmpada. A tonalidade de cor que a lâmpada fornece ao ambiente é que caracteriza se ela é quente ou fria. 

E para ter uma iluminação adequada, você deve contar com um projeto que seja capaz de iluminar todo o ambiente de forma uniforme. Praticidade é a palavra-chave.

Para ter uma iluminação na residência adequada, conte com um projeto que seja capaz de iluminar todo o ambiente de forma uniforme

5. Para ter uma iluminação na residência adequada, conte com um projeto que seja capaz de iluminar todo o ambiente de forma uniforme. Fonte: Envanto Elements

Sua casa precisa ser um lar confortávelPor isso é tão importante investir em iluminação e na decoração. E não se esqueça que com a inclusão de lâmpadas LEDvocê consegue ter um ambiente moderno, eficiente e mais econômico. 

The post Dicas de Como Acertar no Projeto de Iluminação na Residência appeared first on Viva Decora.

Carrinho

loader